quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Sobre mim:

Sempre tento colocar as coisas em seus devidos lugares. Tento escrever algo menos clichê e fútil, sempre. Tento, por vezes, botar aqui minhas palavras que de tão confusas nem parecem minhas, mas ainda assim parecem palavras. Desnecessárias. Talvez tudo seja desnecessário, banal e repulsivo quando se trata de mim. Me, mim, comigo. Queria ser menos egoísta e um dia acreditar nesse amor inacreditável que muitos pintam por aí. Ou pelo menos fingir acreditar. Eu tento, sempre tento, mas sou uma péssima atriz e ao fim do meu ato apenas levo pra casa um coração mais pesado que o meu. Mais pesado que o céu. Mais um pra coleção dessa grande cleptomaníaca de corações. Eu até penso em devolver depois, mas quando se passa do limite torna-se impossível voltar atrás.
Queria parar de brincar com vidas e também me chamar Alice pra seguir algum coelho branco por aí. Queria me assustar menos e sentir mais. Às vezes nunca sinto. Nada. Sempre e nunca. Tento ser o mais humano possível, mas a cada dia que passa me sinto controlada por essa máquina que bombeia meu sangue. Odeio gosto de sangue. É algo parecido com ferro e coração, não que eu já tenha experimentado um, claro que não, na verdade nunca tive um. Mentira. Sempre minto. Verdade. Me confundo sempre e o conforto da dúvida me deixa forte. Muito. Mais. Evito certezas e pessoas pra que elas não me evitem.
Essa é a Camila.
Essa sou eu.
E agora vocês estão livres pra se assustarem e irem embora.
É, eu sou isso mesmo. E nada de mentiras por aqui.


(não sou um ser apaixonante, eu sei)

15 comentários:

Cami disse...

E se você tentar só por um dia se permitir levar pelo coração, sem pensar em depois, consequências, porquês, razões, etc e tal???

Deixa o coração levar, doe apenas tudo o que tu és sem nada esperar em troca, sem nada esperar de bom ou ruim e depois.... me conta.

Sei que vc é genial.
Deixa os medos de lado, as preocupações, ao menos por um dia!
E sei que terás um dia só teu, maravilhoso e surpreendente!

Claro que, isso é só uma idéia né. Loooonge dos malditos conselhos!

Beijãaao! Adooooro teu blog!

Confissoes de uma Adolescente ;D disse...

Nossa senhora!
vc ta realmente com um odiao de vcs mesma heeeein!
mas olhe só vi uma frase que se encaixa exactamente á situaçao.
Quando você estiver muito apaixonado
por você mesmo, vai poder ser muito feliz
e se apaixonar por alguém. ♥

Luiz Calcagno disse...

Nada de mentiras? Nem umazinha? Direto lá de casa, pode ser? Sabe o que? Nem sempre temos escolha mesmo. As vezes as pessoas gostam do montro que somos e aí é tarde de mais para rosnar e grunir. E as vezes somos mais Bela querendo ser Fera que Franktain. Beijos aos pedaços e de verdade, da Casa das Mentiras. Rá!

Jana disse...

Você é súper-apaixonante.
Acredite.
E teu texto está perfeito.
Confuso e perfeito, como todas as pessoas são.
Gostei prá caramba.

Um beijinho
:)

s2 Raah s2 disse...

Ah Camila, se essa foi uma tentativa de fazer com que eu e os outros leitores pegassemos odio, raiva, ou algo do tipo por você, desista!
AHIOEHAIOH'

Permita sua maquina de furtos(aquela que rouba corações) Permita ela de amar também!
^^

Bjuundah

Danielle Cristina disse...

por ser assim autêntica e única, vc acaba se tornando um ser apaixonante!
e isso é pra poucos !

B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
B. disse...

Como não é um ser apaixonante??
É sim,os seus textos mostram um ser extremamente apaixonante.
Pode roubar meu coração sofrido,acho que nem sentirei a falta dele.
As vezes me encontro sendo um robo,tbm.
Fazendo sempre a mesma coisa,obedecendo,só que agora ir procurar meu wonderland,sim o meu país das maravilhas,e não me importa que não haja coelho branco a seguir.
Deixe-se levar,vá atras do seu pais das maravilhas,mesmo imperfeito.
*Não desistirei de ler suas palavras que não me parecem confusas!

CaHanson disse...

hahahaha , incrivelmente sempre me sinto do mesmo modo q vc.
aain, vc é um ser super, hiper, mega apaixonante *-*

xoxo.

.Dazinha. disse...

Ahhh que delicia,palavras soltas, tão presas. Frases jogadas, tão delicadamente pensadas antes.
A gente é assim mesmo, essa balburdia toda, essa coisa que não se aquieta, mesmo quanto queta está.

Ser você mesmo é ser apaixonante.

:)


Beijos e beijos.

Ramon Mineiro disse...

EU SOU UM BOM ATOR
E COELHOS BRANCOS NÃO EXISTEM SÓ NO MUNDO DA ALICE.
O "NEO" SEGUIU UM COELHO BRANCO NO MATRIX.
QUEM SABE VC NÃO TÁ NA MATRIX...
ENFIM, EU SOU UM BOM ATOR.
BEIJO!

O Profeta disse...

Esta carícia de fresca brisa
Transporta a beleza de Oriente
Uma voz doce cede ao silêncio
Esta aurora acorda finalmente

A sombra perdeu-se na luz
Escuto o pranto e o riso na bruma
Palavras fugindo ao sentido
Lembranças perdidas na espuma


Bom fim de semana



Mágico beijo

Adriano Queiroz disse...

Suas palavras são apaixonantes.
Será que a obra é melhor que o criador? Talvez.

Continue não acreditando em amor de conta de fadas, faz bem.

Abraços.

Colombina* disse...

Se conseguirmos chegar ao fundo, ao âmago, à essência, ninguém é apaixonate. ninguém!

Conde Vlad Drakuléa disse...

Escolhes-te o nome correto, certamente que conheces os papéis representativos da Colombina, do Pierrô e do Arlequim...
Gostei de ti e da tua franqueza crua e sincera... Eu não sigo coelhos brancos, mas adoro coelhas ruivas e orientais... Mas tem que ser ruiva natural, com sardas e tudo... Eu gostei daqui... Na tragédia humana eu sempre fui o Pierrô...
Beijos do conde, voei...