sábado, 21 de novembro de 2009

is bone!

Sabe quando você tenta ocupar a cabeça com qualquer coisa e de nada adianta?
Sabe quando sua cabeça ta tão cheia que você chega a se perder entre os pensamentos?
Os meus pensamentos estão despenteados, todos, há mais de uma semana.
E eu não sei o que eu devo fazer para colocá-los no lugar.
Penso que é só sorrir e deixar viver que o resto... Bem, o resto não importa, eu sei, mas penso que o que tiver de acontecer vai acontecer. Acho que eu to cansada de fazer acontecer, sabe? Cansada de tentar. Não que eu passe noites e dias e meses tentando. Não tento quase nunca. Mas esse "quase" já acaba comigo. É tão estranho que eu nem sei o que, e pra quem, reclamar. To ficando de saco cheio de mim. Talvez aquele cara tenha razão ao dizer que eu to "carentinha", talvez eu seja, assim, "carentinha" desde sempre. Realmente eu não sei. Ta tão estranho que às vezes parece que me falta ar. E então começo a fazer coisas por puro desespero. Falo demais. Deve haver pessoas que não suportam mais ver o meu numero no visor do celular. O cara do "carentinha" deve ser uma dessas pessoas (e eu só não ligo pra ele agora porque a realidade me impede). Sei lá. Eu quero tanto escrever qualquer coisa, boa o suficiente, pra ser postado decentemente aqui, mas a cada palavra só faço me complicar. As palavras já não aliviam. Não há remédio, entende? Não há remédio porque eu simplesmente não sei onde dói - nem sei se dói.
E enquanto isso eu fico aqui. Digitando e digitando nesse blog que, pela primeira vez, vai receber um texto sem uma segunda lida. Não paro de ouvir Ney Matogrosso e nesse exato momento estou baixando o filme do Cazuza pra assistir pela milésima vez.

Cartola foi um gênio ao escrever O Mundo É Um Moinho
"Em cada esquina cai um pouco a tua vida, em pouco tempo não serás mais o que és”.


Ainda to vasculhando as esquinas pra achar o que eu perdi.
Por vezes me pego pensando sobre quando foi que tudo mudou.
O problema é o piscar de olhos, eu sei. Quando os olhos se fecham tudo muda. E eu, simplesmente, pisco. Simples assim.
Carioca que me perdoe, mas o desespero me fez poupar os "enters”.
To sentindo um nó na garganta fodido e por mais que eu queira chorar tudo só extravasa pra dentro.
Espero que tudo se acalme.
Espero que a boa nova chegue para me acalentar suavemente.
Espero e acredito.
A minha esperança não morre.
Suavidade, Camila, suavidade: digo sempre.
Um dia eu me escuto.



"Pudesse abrir a cabeça, botar tudo pra fora, arrumar direitinho como quem arruma uma gaveta. Tomar um banho de chuveiro por dentro."

6 comentários:

mille. disse...

calma mila, tudo passará, eu tb vivi momentos assim, com a mente a mil sem saber nem o que pensar ou fazer. Mas o velho tempo, ajuda voce a colocar a mente no lugar.

um beijãoooooo, sua fã (nemseache)
SAUASHUSAHSUS

Rhaissa disse...

Seja otimista e tenha fé que tudo muda, você pode mudar tudo. Hoje você não sabe o que precisa ser mudado, mas quando souber, faça mudar. Tome o controle Camila!
E boa sorte, com tudo.


Quando cansarem de ouvir sua voz, escreva pra gente, que a gente nunca cansa de ler o que você escreve. Tudo, qualquer coisa.

Sua fã [2]

Beijos

Carioca disse...

vc ainda vai morrer disso ! no bom sentido ... claro rs

bj

Paulo disse...

Caríssima Camila, não a conheço, entrei no seu blogger por um acaso do destino, um bom acaso, julgo. Li seu texto e me encontrei em cada linha...
tive um relacionamento de 4 anos que simplesmente acabou, assim, num piscar de olhos, faz 2 meses que eu luto contra essa "dor", criei uma dependência monstra dessa minha ex, ligar era mais habitual do que escovar os dentes, hoje estou órfão de mim mesmo, a quis tanto que acabei me perdendo.
As dores de amor nas canções de Vinicius de Moraes, só são bonitas nas canções, viver isso de fato é muito F-O-D-A!!!
"E quem pagará o enterro e as flores se eu morrer de amores?"

add seu blogger aos meus favoritos!

Ramon Mineiro disse...

Depois diz que não tá brava...

Ahh...Line. disse...

não vou te dizer: " oun menina passei por isso e sei que vai passar"

ou: "tenha fé queridinha"

porra nenhuma.
Beba, fume e ouça mesmo Ney.

só assim pra otimizar!

bjo.