quinta-feira, 2 de abril de 2009

Eu não sabia que as palavras pesavam tanto

"— E eu queria que você estivesse comigo e não com aquele outro cara. Eu queria que fosse minha pele que estivesse tocando na sua...
E aí está.
A estupidez em sua forma mais pura.
— Ai, Ed... — Audrey olha pro outro lado. — Ai, Ed...
Balançamos os pés.
Fico olhando pra eles, e olho pro jeans nas pernas da Audrey.
Ficamos lá sentados.
Eu e Audrey.
E a sem-gracice.
Espremida ali, bem entre nós.
— Você é meu melhor amigo, Ed.
— Eu sei.
Essas palavras podem matar um homem.
Não precisa nem de arma.
Nem de balas.
Só das palavras e de uma garota."


Eu sou o mensageiro - Markus Zusak
Minha net tá zicada, volto quando tudo estiver em ordem; amanhã ou no próximo mês.

11 comentários:

Luiz Calcagno disse...

Pesam mais que conseguimos imaginar. Espero que resolva seu probloma com a internet logo. Abraços

Ricardo Esteves disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk
e como podem
aiuhsaiushiahsa
tdoo bem, escuto aqui o beirutee
aishaiusha
ja ouviu little johny , lilly wnao sei o que nome da cantora
tem la no deezer
acho que c ia gostar x)
visitarei sempre, não pq vc visitou laa...
mas pq gostei do seu blog mesmo
kkkkkkkkkkk

Kyanne disse...

ahh esse livro foi o melhor de tdos q ja li *-*
apesar de ter lido poucos (DETALHE kkk)
ja ta na hra dessa net volta néh! AUSHUSA'
Amo <3

NiNah disse...

Pior que mata mesmo. rsss
Bjo

Luiz Gonzaga B. Jr. disse...

Come back soon!

Rhaissa disse...

Nossa. O_O
vou ler esse livro.
o-o

Joce Oliveira' disse...

'e como mata*
vou ler este livro²

beijo'

Andréia disse...

mata e marca para sempre. n ha terapia que apaga.

bjux

Imaginary Decadence disse...

Ooi

Adorei a entrada.
Palavras pesam-e muito.
ás vezes fluem leves,mas,quendo não fluem,se jogam para todos os lados,quase sem querer saber onde vai acertar.
assim como faz falta achar a palavra certa ás vezes,e assim como é difícil ouvir outras...


Beejoo*//

Wagner Kaiowas disse...

Lembra de quando eu disse que vcs mulheres são crueis? Pois é, essas balas machucam e muito!
No mais, como é que a senhorita esquece de visitar o meu silêncio? Aaaaah, menina! Faz isso não :(
Ah, gostei da aparência do blog. Bolinhas, lacinhos, foto nova, foto do perfil engraçadinha... Hã, bolinhas? "Era um biquíni de bolinha amarelinha tão pequenininho..."
Um ótimo domingo e uma ótima semana.
Beijão, fica bem...

B. disse...

As palavras tem um impacto maior do que nós reles seres humanos pensamos,apaesar de muitas vezes sermos magoadas por elas,e doem mais que um tapa na cara.