quinta-feira, 30 de abril de 2009

Amor é

Beber, beber, beber.
Encher a cara de vodca e depois voltar para casa sem me lembrar de muitas coisas ou pessoas; se a pessoa for interessante eu lembro, se o beijo for bom eu lembro também. Se me puxarem para um canto e jogarem palavras nos meus ouvidos eu vou me lembrar do puxão; palavras não me servem de nada mesmo.
Beber. Rir. Beber. Rir demais. Beber.
Fazer inúmeras coisas sem sentido algum.
Vodca, vodca, vodca.
Depois voltar para casa, com os amigos, de porre e feliz. Sem precisar me explicar para ninguém (só para mamãe se eu, por um erro de percurso, passar mal e sujar o chão do banheiro).
Beber, beber, beber.
Vodca, beijo, bebida, puxão, beber, rir, feliz...
Até o dia em que eu me cansar.
Até o dia em que eu me suicidar.
Amor é suicídio
Até o dia em que eu achar um namorado bacana – se ele não me achar antes – e me enforcar de vez.

Repito: Amor é suicídio
“foram felizes por vinte anos, até o dia em que se conheceram”
Cara, acho que não nasci pra isso.

15 comentários:

jessicadeverdade disse...

Definitivamente vc tem razão...
Amor é suicídio!

gerson oliveira disse...

ah amor não é suícidio, é apenas morte; uma morte boa.

Rhaissa disse...

Não sei se é suicidio, é tortura pra mim, prefiro não pensar no que seja. Mas acho que quem gosta de amar gosta de sofrer.
Não posso dizer que gosto de amar, porque gosto muito mais quando estou livre de qualquer sentimento forte demais O_O
Mas quando amo e sofro me sinto mais viva, ou mais morta. Não sei, vou parar de escrever pois estou confusa.
SIHOOHASHSAIOHIOSHSAIOSAIHAS
Beeijos :*

mateusbonez disse...

Sabe q as vezes eu choro lendo suas palavras? Sem sensacionalismo, elas me tocam profundamente. Eu amei esse, um dos melhores q ja li, descreveu o q sinto, o q quero e o q penso tbm.

E sim, case comigo, vamos dar certo.
Mas olha, eu sou gay, mas depois dessa por vs viro macho HUAHUAHUAUHAHUAUH. Beeeeijão e aparece sempre, faz falta ;D

http://tiomah.blogspot.com/

Aninha disse...

tem razao...

e eu ja me suicidei a tanto tempo... estou tentando renascer, sera possivel???

Eduardo Martins disse...

De alguma vida você irá morrer p/ se entregar ao amor...

Ahh...Line. disse...

pqp... é sim... desse jeito. prefito a vodka.

e só.

Thiago Assis disse...

obrigado ^^ e esteja convidada a voltar lá sempre q quiser..

hey, palavras nao servem de nada mesmo, e depois do monte de "beber" deve ficar piorainda de lembrar =p
se o amor for isso msm eu nao terei vida amorosa de novo ja q nao gosto de beber ^^


www.thiagogaru.blogspot.com

« grands ¥eux disse...

"se amaram por toda vida e morreram no mesmo dia" - isso é tragédia grega e não realidade.

B. disse...

O amor pode ser um suicidio,muitos seres-humanos vivem em função de encontrar o amor,sempre achei que amor se sentia uma vez,talvez agora tenha explicação.
Você so se suica duma vez ;P

=*

É tão bom voltar feliz com os amigos depois de uma bela noitada!

Coruja Má disse...

Adorei, o meu ultimo post é sobre mais ou menos isso, amor adulto...to voltando a ativa....em breve alguns novos textos!bjus

Blog do Sarge disse...

Ja bebi bebi e bebi muito ( e fiz coisas piores tb) e até mesmo achei que amar era ruim, mas quando achamos isso é pq nem amor é rsr


Beijos anjo

Rhaissa disse...

Olá, como você está?
Hoje entrei no seu blog pra ver se tinha post novo e me surpreendi. THE KOOKS tocando *--*
Sou apaixonada por essa banda, achei demais, não sabia que você também gostava :D

Inclusive estou louca pra ir no show de junho *-*

Beeeeeijoo :*

Wagner Kaiowas disse...

Gostei do final do texto! Bem meigo :)

O amor é cruel, mas vcs mulheres são mais ainda!
Há pouco tempo achei que estava livre de uma paixão. Mesmo saindo juntos, voltava pra casa e conseguia dormir sem me prender ao que sentia por essa linda mulher. Mas na semana passada, nós saímos novamente e tudo voltou. Aaaaaaaaargh!

Hei, vc está em divida com o "Ecos do Meu Silêcio". Precisa passar por lá e pagar essa divida.

Beijão, fica bem...

Ah, lá tb tem vodka :)

Ricardo Esteves disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
é um erro definir amor como algo exato e sempre igual.. a isso se chama positivismo, iuashaiuhsaiusa
amor não é uma ciência exata.. quando for eu vou querer viver então sozinhoo
;)