domingo, 23 de agosto de 2009

domingo

"Certo, muitas ilusões dançaram — mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas. "
[Caio F.]

O bicho do desânimo vem comendo minhas entranhas há dias. Mastiga, sem pressa e, com um leve ar de superioridade. Por vezes cospe; joga fora; rejeita. Só falta gritar, na minha cara, "Tosca! Você não me faz bem", como se ele fizesse. Como se ele fosse o bicho fodão que domina o mundo.
Tosco! É você quem não me faz bem.
E em dias assim eu desisto de tudo. Desisto, com um empenho assustador, e não me importo com o comedor de entranhas ruins.
Em dias assim eu me decepciono com freqüência. Penso em não mais ligar, não mais saber, não mais querer; não mais.
Isso até o telefone tocar. O telefone sempre toca.
Então o querer renasce aqui dentro. Ressuscita dentre as coisas mortas que eu deixei para trás. Bate na porta e, sem pedir que se identifique, o deixo entrar. Entra. Se aloja. Domina.
Em dias assim eu me deixo ser dominada com facilidade e por todos.
Deixo o vento me levar.
O tempo me arrastar.
A chuva lavar meus arrependimentos.
Em dias assim sempre chove.
Em dias assim eu sempre me molho.
Em dias assim eu morro; e é incrível, e até difícil de acreditar, mas sempre ressuscito na manhã seguinte.

11 comentários:

Danielle Cristina disse...

O bicho do desânimo vem comendo minhas entranhas há dias. [2]
*:

Amanda disse...

o bicho do desânimo não vem me comendo, mas já passou muitos dias fazendo isso.. em dias assim, eu ouço música. Ela sempre me acalma, acalenta e embala o choro de minha alma... Talvez o certo não seja matar o desânimo, mas deixa ele corroer, uma hora ele cansa e vai embora, por isso você esquece no outro dia.

Ahh...Line. disse...

As minhas entranhas têm rejeitado até o desânimo...

Só adere alcool e mais nada.!

Muito bom...

bjãooo!

=]

Geminiana Doce disse...

"Em dias assim eu morro; e é incrível, e até difícil de acreditar, mas sempre ressuscito na manhã seguinte."
Parabéns pelo blog, muito legal.
Me encontrei em diversos textos!!!
Voltarei aqui mais vezes!!!
Paz e Luz

Débora disse...

Huum, aguenta mesmo? Muito bom, mesmo.

Enxaqueca disse...

... ai ai ai ... o desânimo por aqui também apareceu...

Tenho medo (e pena) de mim nesses momentos...

Malu Paixão disse...

Ai que nervoso. Camila, vc descreveu de um jeito desesperador hauahaua; mas é realmente o que sentimos. Como consegue? rss
Parabéns, mais um texto maravilhoso pra coleção!
Bjokss

mateusbonez disse...

desanimar é mto triste. com certeza, angustiante.

beijaoo arleequiim ;d
http://tiomah.blogspot.com/

Eu, Thiago Assis disse...

a vontade de desistir sempre aparecerá, mas a vida é uma guerra, não apenas uma batalha.

Eduardo Martins disse...

Prozac neles!

Aninha disse...

Ressuscitar na manhã seguinte é o importante!!! É o que realmetne conta...
Desanimo faz parte, o q vale e n deixa-lo tomar conta de td!!!

Bjks flos