sexta-feira, 26 de novembro de 2010

madrugada

"Já não sei dizer se ainda sei sentir
O meu coração já não me pertence
Já não quer mais me obedecer
Parece agora estar tão cansado quanto eu"
Mauricio - Legião Urbana

Às vezes é complicada essa solidão a dois. É muito foda. Dói. Machuca. Machuca ao ponto de pedir arrego. Gritar. Sair correndo no meio da noite sem olhar para trás. Sem querer saber o que deixou para trás. Há noites, como a de hoje, que eu quase morro de vontade de sumir. De me tele transportar para qualquer lugar que não esse que não hoje. Nem Chico rolando no rádio ameniza. Há dias em que nada ameniza coisa alguma. A vontade de gritar só aumenta e o desespero aflora.

Solidão a dois a flor da pele.

Enquanto ouço o sono pesado do meu lado. Não acorda por nada. "Não me acorde por nada": só falta dizer. Meu choro quase inunda o quarto; posso imaginar o colchão flutuando em lagrimas sem que ela se mexa. Ta um calor insuportável em São Paulo, um calor transbordante. Mas a frieza, nessa hora, sempre ganha espaço, então eu só faço calar. Só faço recuar. E recuando eu vou sumindo até me perder. Até perdê-la. Até nos perdermos e fim.

11 comentários:

Zelda disse...

Te ver chorar, parte meu coração.
Eu faria qualquer coisa pra nunca mais te ver sofrer.
Se você cai, eu caio;
se está feliz, então, eu estou feliz;
O seu sorriso alegra minha vida, detesto os momentos de ingratidão, em que eu perco isso.

Rony disse...

esse texto foi cuspido

Naathi disse...

Você anda tão sumida, cara. :/ É uma pena, durante minha ausência do blogspot esse aqui era o único que eu continuava visitando. Lindo o texto, como sempre. :*

Roodstyle disse...

Inebriante.

Rhaissa disse...

Solidão a dois é a pior, porque você tem a certeza de que poderia ser diferente. Mas dá pra concertar né?

De qualquer maneira, ainda tem a parte gostosa do "a dois".

Belo texto.

M. Mazzini disse...

Solidão a dois remete a uma coisa que não deveria ser assim, por isto, e com todo o direito de assim sentirmos, não nos podemos acostumar. Mas dói, e como dói...

Maldito disse...

Por isso acho muito mais sincero a violência de dormir sozinho....

Eu, Thiago Assis disse...

solidão à dois é muito triste,
talvez pior que a solo.

Rhaissa N. Ramon disse...

Camila, sinto falta dos teus textos. POXA

Marcos Satoru Kawanami disse...

fale menos palavrão, e estude mais um pouco. vc vai melhorar.

o conhecimento melhora as pessoas.

o mal não são os outros, o mal habita em nós.

Cristina Lira disse...

Oiii..tudo bem?
É tão bom quando venho aqui, sempre encontro textos que me fazem refletir, pensar e até suspirar..rs
excelente post...amei!

tenha um bom fim de semana, abraços carinhos.
Bjos no coração.