sábado, 2 de janeiro de 2010

duas décadas

Saia dessa redoma que te cerca, meu bem. Sorria mais e dance e cante e festeje e beba e morra de amor. Tenha muitas paixões, querida. Se apaixone. Encontre, finalmente, alguém que vá querer esse seu amor meio torto, e um tanto ralo, e que ainda diga que não é necessário mais nada. Cresça. Amadureça. Entenda aquelas coisas que, hoje, você julga totalmente sem nexo. Seja feliz. Chore de emoção. Tente se estabilizar e crie coragem para fazer certas coisas. Faça certas coisas. Entenda, de uma vez por todas, que demonstrar sentimento não significa ser fraco; e que, por mais que você ame alguém do jeito mais bonito que já se ouviu falar, ele tem o direito de não te querer. As pessoas vão continuar te odiando, ou amando, ao longo dos anos. Algumas até entenderão que, apesar de tudo, você é uma boa garota. Outras jamais entenderão. Todas as pessoas, sem exceção, vão te magoar pelo menos uma vez na vida, e você vai chorar (ou não) e depois perdoar (ou não). Se concentre no que realmente é importante e deixe os detalhes de lado. Perca esse medo de dizer que ama. Beije. Deseje. Sonhe. Faça tudo o que quiser fazer e tente não se arrepender jamais (caso não consiga, que ao menos não fique remoendo pequenas coisas) Leia mais; há muito livro pra pouca vida. Fale. Grite. Dê espaço para que as pessoas possam te ouvir. Não tente carregar o mundo nas costas. E, acredite, meu bem, nem sempre você está com a razão. Não se julgue demais ou se ache a pessoa mais chata do mundo, há pessoas piores. Se deixe levar. Se deixe envolver. Um dia as pessoas entenderão que por trás desse sarcasmo todo há um pouco de verdade. Não dê valor para quem não merece e jamais subestime as pessoas, não há ato mais grosseiro do que o de subestimar. Se iluda menos e respire mais. Tente, e queira, ser menos impulsiva. Esqueça algumas pessoas e conheça outras - mesmo achando pessoas um porre. Abra as janelas. Compre roupas coloridas. Faça menos drama, mas não deixe de demonstrar quando algo te desagrada. Desista de ser o que você não é. Entenda que você não pode fazer tudo por todo mundo, e que agora é a vez do outro fazer alguma coisa. Não ignore o acaso. Saia na chuva. Cante. Aceite convites. Conheça musicas novas. Sonhe. Durma menos. Ame, com intensidade, os seus garotos, sua família e as poucas pessoas que te importam. Tente não assustar as pessoas com a sua intensidade. Não se queixe por ser extremista. Se orgulhe. Continue com esse brilho meio louco nos olhos. Continue enlouquecendo, mas tente não aumentar seus vícios. Que esse ano seja de emoção pura, seja à flor da pele, seja pra marcar. Feliz duas décadas, garota! Vá encher a cara e fazer merda; mas, por favor, chega de SMS na madrugada, isso já ta enchendo o saco!
Muita paz, tranqüilidade, esquecimento e poesia pra você.
Muita poesia e esquecimento.
Muita poesia.

Camila.

PARABÉNS PRA MIM, PORRA! haha

7 comentários:

mateusbonez disse...

Muitaaaaaaaa, mas MUITAAAA Poesia POORRA *----------*

E parabéns pra vs tb hahaha
Esse blog é sempre perfeito, voltei aos coments *-* Quero sua marca lá ein, ta tudo de cara nova.

Feliz 2010 *-*
Esse ano é nosso ein amiga *-*
Beijos, saudades
http://tiomah.blogspot.com/

mille. disse...

KKKKKKKKKKKKKK
PARABÉEEEEEENS SUA CHATAAAAA!
TE DESEJO, tudo isso, que vc escreveu. E que vc alcance todas elas \o/

gerson oliveira disse...

"(...)ele tem o direito de não te querer". (E quem consegue adimitir isso de primeira?)


Ah, é teu aniversário?
Enfim, se for Paranbéns, se não for Parabéens :)

E MUITO MAIS POESIA PRA VOCÊ E PRO MUNDO
:D

Rhaissa disse...

É teu aniver? AWN
Felicidades <3
Uau, feliz ano novo também

E obrigada, seu texto me deu animo *-*

NiNah disse...

Ah, que linda!
Parabéns querida.
Beijas

Ahh...Line. disse...

felicitá!!!

20 anos né moleza não fiah!

laura disse...

Camila, PARABÉNS atrasado ;x
Só faltou o livro qe até pra mim faltou tambem ;@
ah, o texto, foda.
ótima escritora!

Ah, feliz ano novo! (: